Consumidores mudaram seus hábitos depois da crise. Os brasileiros estão pesquisando mais antes de comprar, segundo o SPC

Os mais de oito milhões de usuários dos cartões Alelo terão agora uma plataforma exclusiva de promoções com descontos de até 85% em mais de 150 lojas, físicas e online. De acordo com André Turquetto, diretor de Marketing e Produtos da marca, o objetivo é levar mais satisfação aos clientes e dobrar o número de parceiros do Clube Alelo em 2018: “Estamos buscando melhorar cada vez mais a experiência dos nossos usuários, levando serviços que vão além do simples uso do cartão benefício”.

O acesso ao Clube é gratuito e os participantes recebem ofertas personalizadas de acordo com seu perfil via email ou mensagens push no aplicativo. Os descontos estão divididos em categorias: Alimentos e Bebidas; Lazer; Saúde e Bem-estar; Educação; e Produtos e Serviços. Algumas promoções merecem destaque, como 80% de desconto para novos usuários de Apps de taxi, até 40% em shows e eventos, 35% de desconto em instituições de ensino e até 80% em clínicas estéticas.

As formas de adquirir e utilizar o voucher ou cupom são variadas. Após conseguir os descontos, os clientes podem acessá-los a qualquer momento no “Meu Alelo”.

Brasileiros mais atentos às promoções

Uma pesquisa divulgada este mês pelo SPC Brasil, em parceria com a Confederação Nacional de Lojistas (CNDL) aponta que sete em cada dez brasileiros (72%) mudaram seus hábitos de consumo nos últimos anos devido à crise econômica. Com os cortes no orçamento, 54% dos consumidores passaram a fazer pesquisas de preços antes de adquirir um produto e 52% ficaram mais atentos às promoções.

Para a economista chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, a recessão funcionou como um estímulo para que as pessoas repensem despesas. “Não se trata apenas de agir de modo consciente, mas também de encontrar maneiras criativas para lidar com o aperto financeiro”, afirma.

O estudo, realizado com 805 pessoas nas 27 capitais do país, mostrou que quatro em cada dez entrevistados se sentiram aliviados por organizar melhor seu orçamento. Em função disso, 80% pretendem continuar com as mesmas estratégias em 2018, mesmo com a retomada da economia.

Muito além da recessão

Em 2017, outra pesquisa do SPC mostrou que os brasileiros são atraídos por promoções não apenas como forma de controle de gastos, mas como estímulo à compra. Dados mostram que 21,7% dos consumidores não resistem a promoções e 33% compram sem necessidade, ou seja, apenas motivados pelos descontos.

Esse perfil de consumidor pertence em sua maioria às classes C, D e E; são mulheres; e têm entre 18 e 34 anos.

Segundo Marcela Kawauti, as empresas sabem que as pessoas são sensíveis a preços e, por meio de ferramentas eficazes para traçar hábitos de consumo e navegação, têm oferecido cada vez mais descontos online. “Os consumidores recebem ofertas customizadas e isso aumenta a chance de conversão das vendas”, analisa.

Cupons mais procurados

De acordo com SPC Brasil, os produtos e serviços mais adquiridos em sites ou aplicativos de ofertas e descontos são pratos em bares e restaurantes (48%), comidas delivery (39%) e itens de vestuário, calçados e acessórios (33%). Em média, o valor das compras realizadas nestes sites é de R$ 246. A facilidade em adquirir esses cupons e o aumento do número de usuários de smartphones, seriam alguns dos estímulos para os consumidores buscarem esse tipo de experiência.

 

Escrito Por: Natália Oliveira 
Fonte: Novarejo
ALELO LANÇA CLUBE DE OFERTAS GRATUITO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *